Balsas-MA e a experiência exitosa na gestão da pandemia de COVID-19 no Brasil

Erico Vasconcelos [1]
Diretor-Fundador da UniverSaúde

Em algum momento você chegou a pensar que o desenrolar da pandemia no Brasil “só poderia mesmo ser do jeito como foi e como tudo tem sido”? Sentimento ruim este. Um certo “delegar pro Universo” pautado pelo negacionismo e pelo fatalismo. O jornalista Fernando Reinach, do Estado de São Paulo, em agosto/2020 chamou isso de IRPI – Imunidade de Rebanho por incompetência, algo que julga moralmente equivocado em meio ao sofrimento vivido durante o processo pandêmico. [1] Poderíamos ir adiante neste debate..

Fato é que num dos nossos encontros virtuais da UniverSaúde tivemos a chance de conhecer a experiência de Balsas, décimo município mais populoso do Maranhão com 94.887 habitantes localizado na região sul do Estado, e sua experiência no enfrentamento da pandemia nos chamou positivamente a atenção. Tudo começou nos debates que vivemos em um grupo com gestores municipais de saúde de todo o País onde um dos seus Gestores compartilhou seus registros locais no enfrentamento da COVID-19 pautados pela ideia de REDE – o que chamou a atenção de todos os demais Colegas..

Giltarlã Lima, Gestor da Unidade Regional de Saúde de Balsas-MA, exaltava a sensibilidade das pessoas em se reunir e dialogar acerca dos desafios e ações necessárias ao enfrentamento da pandemia. Enfatiza que o grande diferencial de Balsas-MA foi exatamente a oportunidade de integrar as ações desde as forças policiais do município e região até o Ministério Público e demais órgãos de controle locais – o que conferiu uma melhor capacidade de respostas aos desafios trazidos pela pandemia do novo Coronavírus.

“Esta agenda pautada pelo conceito de REDE fez toda a diferença no combate a pandemia”, segundo Giltarlã. “Temos uma reunião semanal entre todos os segmentos envolvidos no combate à pandemia para avaliarmos a sala de situação, trocarmos olhares sobre os resultados e realizarmos eventuais ajustes, tomando decisões sempre juntos”, sobressalta Giltarlã.

Os resultados surgiram como consequência das ações potentes que desenvolveram. Apesar de ser o terceiro município do Estado do Maranhão com o maior número de casos (6.317 casos até a última atualização em 21/10/2020), Balsas-MA é o décimo município com maior número de óbitos no Estado (59 até esta mesma data acima). Se considerarmos todos os 349 municípios do Brasil entre 50 a 100 mil habitantes, Balsas-MA com seus 94.887 habitantes é o 65o. com maior número de óbitos registrados por COVID-19. [2]

E tudo isso bastante evidenciado em registros fotográficos e compartilhados em tempo real em nosso grupo de gestores do SUS! Parabéns aos Colegas Giltarlã e Cátia bem como a todo o Time envolvido nesta articulação pela Saúde das pessoas por sua repercussão e pelos resultados expressivos.

Que a experiência de Balsas-MA ganhe espaço nacionalmente e potência para iluminar a caminhada de nossa Sociedade no enfrentamento desta dramática pandemia que já vitimou mais de 157 mil pessoas no Brasil.

E que sirva de inspiração para que nossos Gestores conquistem mais unidade na articulação interfederativa, produzam mais apoio aos Gestores municipais (que não só dinheiro!) e exercitem mais lucidez e sobriedade para o bem da Sociedade, de modo que consigamos lidar com isto de uma forma mais integrada e poderosa.

Lembremos: é urgente a necessidade de implementarmos ações para a identificação e o isolamento imediato das pessoas infectadas e seus contatos! Pouco se fez neste sentido.. Em um País com mais de 227 milhões de linhas de celulares ativas e conexão de internet ativa em todos os cantos de norte a sul, não é possível prescindir das tecnologias digitais como adjuvante para subsidiar tais ações a fim de conter a circulação do vírus.

[1] REINACH, F. Imunidade de rebanho. Acesso em: 08/08/2020. Disponível em: https://saude.estadao.com.br/noticias/geral,imunidade-de-rebanho,70003392168

[2] UniverSaúde. Painel interativo COVID-19 Brasil. Acesso em 21/10/2020. Disponível em: https://app.powerbi.com/view?r=eyJrIjoiZmQ4Njc5OTktNDM4MC00OTYyLWJmZmMtM2RhOGZiODQyNDYzIiwidCI6ImU0NDE2N2U3LTAxNGQtNDJlMy1hNmUzLWViZGEyMDc4MTE1OSJ9&pageName=ReportSectionhttps:%2F%2Fapp

_________________________________

[1] Erico Vasconcelos é cirurgião-dentista, estomatologista, especialista em Terapia Comunitária, em liderança e desenvolvimento gerencial de organizações de saúde e com MBA em gestão de pessoas. É apaixonado pelos desafios da gestão dos serviços de saúde. Há 15 anos atua na gestão da Atenção Básica, do SUS, na Segurança e Qualidade e na Gestão Estratégica de Pessoas. Foi gestor de saúde de diversas organizações privadas e municípios. Recentemente atuou no governo federal elaborando políticas e desenvolvendo ações de apoio e educação. Desde 2005 atua na formação em serviço de gestores e profissionais de saúde pelo Brasil afora. Trabalhou como Tutor e Coordenador de Cursos na EaD da ENSP, UnASUS-UNIFESP e na UFF. Foi Professor de Saúde Coletiva da Universidade de Mogi das Cruzes (UMC) e em outros cursos de várias Universidades. Fundou a UniverSaúde em 2017, uma startup para a Saúde que ajuda gestores do SUS a fazerem mais e da melhor maneira possível com menos dinheiro, associando informação e inteligência por meio de tecnologias digitais. Já trabalhou em mais 30 organizações e hoje atua em diversos projetos potentes com organizações públicas e privadas.

Categories:

Tags:

Sem respostas no momento

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *