Não é pra tudo isso não, gente..

Erico Vasconcelos [1]
Diretor-Fundador da UniverSaúde

Aliás, a quem interessa esse alarmismo? Fechar Escolas? Cancelar eventos?

Vamos lá de novo: estamos praticamente diante de mais uma epidemia de uma infecção respiratória cujos casos, grosso modo, assemelham-se a um resfriado ou a uma gripe e se manifestam de forma leve. Tratamento? Aquele que a Vó sempre recomendou: hidratação, repouso e dieta leve. Um antitermico vez ou outra, mas “Atenção para as febres, meu filho”, ela diria. “Procure o médico se isso acontecer”.

Como também já vimos em outras gripes, Pessoas com mais de 65 anos e com comorbidades podem ter manifestações mais graves e intensas nessa gripe, demandando atendimento hospitalar. Por isso atenção com eles!

Do mais, o de sempre, as tais “boas práticas de Educação”, ou os mesmos “bons modos” de sempre da mesma Vozinha:

1-atenção aonde põe as suas mãozinhas, hein? Lave-as sempre com água e sabão, evitando de levá-las ao rosto, aos olhos, aquela história de sempre,
2-cuidado aumentado no contato com pessoas com gripe, presta atenção, não fica lá tão perto. Principalmente se soube que ela veio recentemente de viagens onde o tal do Coronavírus tá pegando,
3-se estiver gripado, no extremo evite sair; se não for possível, não tem problema algum. Só levar lenço descartável para proteger quando tossir ou espirrar. Ou use a parte interna do cotovelo para proteger quando não estiver com o lenço à mão. Lembrar que, quando isso acontecer, jogue o lencinho fora e lave bem as mãozinhas. Ou lave bem a parte interna do cotovelo e depois as mãozinhas.

É isso e acabou. Você faz sua parte, eu faço a minha, nós fazemos a nossa e tá tudo certo. “Maria passa na frente”, Jesus amado..

_________________________

[1] Erico Vasconcelos é cirurgião-dentista, estomatologista, especialista em Terapia Comunitária, em liderança e desenvolvimento gerencial de organizações de saúde e com MBA em gestão de pessoas. É apaixonado pelos desafios da gestão dos serviços de saúde. Há 15 anos atua na gestão da Atenção Básica, do SUS, na Segurança e Qualidade e na Gestão Estratégica de Pessoas. Foi gestor de saúde de diversas organizações privadas e municípios. Recentemente atuou no governo federal elaborando políticas e desenvolvendo ações de apoio e educação. Desde 2005 atua na formação em serviço de gestores e profissionais de saúde pelo Brasil afora. Trabalhou como Tutor e Coordenador de Cursos na EaD da ENSP, UnASUS-UNIFESP e na UFF. Foi Professor de Saúde Coletiva da Universidade de Mogi das Cruzes (UMC) e em outros cursos de várias Universidades. Fundou a UniverSaúde em 2017, uma startup de educação para a Saúde. Já trabalhou em mais 30 organizações e hoje atua em 6 projetos incríveis e potentes. Ama de todo coração Juliana, sua esposa, e seus filhos Letícia e Theo.

Categories:

Tags:

Sem respostas no momento

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *