top of page

O sucesso no Previne Brasil depende da qualidade da "análise dos dados"

Erico Vasconcelos Rita Santana



O Programa Previne Brasil ainda desafia muitos gestores e profissionais de saúde que atuam na Atenção Primária à Saúde do Sistema Único de Saúde (SUS). Aqui na UniverSaúde, em alguns dos nossos eventos, ainda observamos muitos dizendo: "Mas nós aqui estudamos as bases do Programa e trabalhamos muito, produzimos muito, mas os resultados não aparecem!". Você conhece alguém que já disse algo assim?


Estamos diante de um Programa que vem transferindo incentivos financeiros em função dos resultados alcançados. Se eles não aparecem, na prática, o dinheiro também não vem, não chega para o município. Isso acabou por gerar uma lógica "se vira nos 30" em todo mundo, muitas vezes numa perspectiva do "fazejamento", do famoso "trocar a roda com o carro andando" - sem avaliação da capacidade instalada atual de equipamentos (computadores, etc.), sem a devida preparação dos ambientes, sem a necessária combinação dos processos internos com os trabalhadores das Equipes, ou seja, sem planejamento.


Como se não bastasse, um dos principais desafios para os gestores municipais e profissionais de saúde das Equipes ainda passa pela agenda de análise de dados. Sabemos bem que somos bons em fazer, produzir, tornar possível, mas ainda reunimos dificuldades em parar nossas agendas para monitorar e avaliar. Por isso, acabamos penalizando a análise de dados, sem no fim saber se conquistamos com o que fizemos aquilo que esperávamos, o que tínhamos planejado.


Isto submete as pessoas e todo o trabalho a um cenário de "escuridão gestora", onde muitos acham que estão trabalhando e agindo em conformidade com o desejado, porém sem as evidências para monitorar o executado e para avaliar as ações em curso. Esta agenda é a da "inteligência gestora", é o nosso trabalho! É a iniciativa que vai impulsionar a "pilotagem" de todo o processo, conferindo potência para apoiar a tomada de decisões sustentadas em evidências.


Como isso tem se dado em sua realidade ao longo do desenvolvimento das ações em sua cidade com o Previne Brasil? De que maneira monitoram a execução do trabalho? Como este acompanhamento das ações das Equipes tem se dado na prática? Quais têm sido os principais "gargalos" em relação a esta agenda em seu município? O que vocês têm feito que tem dado certo? Vamos conversar mais a respeito?

Não perca a chance de participar do nosso Workshop com as Especialistas que já mudaram a realidade de vários municípios pelo país no Programa Previne Brasil! Neste evento, que vai acontecer em 26/07/2023, às 14 horas, você terá a chance de tirar suas dúvidas e receber dicas valiosas para melhorar o desempenho de suas Equipes no Programa por meio desta agenda de análise de dados. Vai ser especial!


INSCREVA-SE AGORA MESMO! Acesse: https://forms.wix.com/f/7085303724305810091


Enviaremos o link da sala do evento apenas aos que se inscreverem. Esperamos vocês!


_______________


[A] Erico Vasconcelos é cirurgião-dentista, estomatologista, especialista em Terapia Comunitária, em liderança e desenvolvimento gerencial de organizações de saúde e com MBA em gestão de pessoas. Há 17 anos atua na gestão da Atenção Básica, do SUS, na Segurança e Qualidade e na Gestão Estratégica de Pessoas de organizações de saúde. Foi gestor de diversas organizações privadas e municípios. Atuou no Ministério da Saúde entre 2013 e 2016 no Departamento de Atenção Básica elaborando políticas e desenvolvendo ações de apoio e educação. Desde 2005 atua na formação em serviço de gestores e profissionais de saúde pelo Brasil afora. Trabalhou como Tutor e Coordenador de Cursos na EaD da ENSP, UnASUS-UNIFESP e na UFF. Foi Professor de Saúde Coletiva da Universidade de Mogi das Cruzes (UMC) e em outros cursos de várias Universidades. Fundou a UniverSaúde em 2016, uma A UniverSaúde é um empresa que prepara gestores e profissionais de saúde para evitarem desperdícios e melhorarem a eficiência das organizações. Já trabalhou em mais de 50 municípios e organizações. Atualmente desenvolve projetos com o Hospital Albert Einstein, o HCor, dentre outros diversos municípios pelo Brasil afora.


[B] Rita Santana é Enfermeira, especialista em Atenção Primária à Saúde e em gestão da informação em Saúde. Faz história na UniverSaúde produzindo ações de apoio e educação no Programa Previne Brasil juntamente com gestores e profissionais das Equipes de Saúde da Família e APS de todo o Brasil. Atualmente gerencia os projetos de análise de dados da UniverSaúde.

42 visualizações0 comentário

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page