Racionalizar custos para melhorar a qualidade dos gastos

UNIVERGESTÃO

Racionalizar custos para melhorar a qualidade dos gastos de Secretarias de Saúde.

A UniverSaúde desenvolveu uma metodologia que funciona como indicador e termômetro de impacto das Secretarias de Saúde – o Índice de Excelência para a gestão do SUS (IEG-SUS). Por meio de um checklist inicial, a equipe gestora destas Secretarias pode identificar como está a qualidade administrativa da sua gestão. E a partir dessa visão inicial, fica mais fácil traçar planos de ação para transformar as deficiências da equipe em soluções aplicáveis.

PROPOSTA

Ajudar gestores do SUS a conquistarem Secretarias de Saúde mais sustentáveis organizacional e financeiramente.

Por meio do nosso “tripé de sucesso”, apoiamos nossos Colegas na execução das melhores práticas gestoras com ações nas modalidades online ou híbrida (presencial e online), utilizando ferramentas de qualidade e metodologias que transformam o jeito de fazer e oportunizam a obtenção de resultados práticos e contundentes.

Nossos projetos são bastante práticos e objetivos e dão as respostas que os gestores do SUS querem e precisam. Apresentamos três formatos diferentes, possíveis de serem trabalhados separadamente ou de forma integrada de forma personalizada à realidade dos municípios:

1- Índice de Excelência em Gestão Municipal do SUS (IEG-SUS): ajudamos os gestores a conhecerem sua realidade à luz das três dimensões de sucesso da gestão do SUS e os instrumentalizamos para o desenvolvimento dos projetos

2- Proposta 1 + “Sala de situação da Saúde e apoio à realização dos instrumentos de gestão do SUS* e, por fim,

3-Proposta 2 + gestão do faturamento e teto MAC

RESULTADOS

REDUÇÃO DE DESPESAS ORÇAMENTÁRIAS

Redução de 20% nas perdas de operação segundo a capacidade instalada das Unidades de Saúde, com repercussão na diminuição das despesas orçamentárias anuais de 15 a 20%

AMBIENTES DE TRABALHO MAIS SAUDÁVEIS

Redução de 45% do absenteísmo dos trabalhadores dos serviços de saúde

POPULAÇÃO MAIS SATISFEITA

A avaliação da atuação das Secretarias de Saúde subiu cerca de 10% entre os habitantes das cidades

EXPERIÊNCIA EXITOSA

A UniverSaúde desenvolveu esta ação nos municípios de Tarumã-SP, Guaratinguetá-SP, Ilhabela-SP, Senador Canedo-GO, dentre outros. Foi possível verificar nestes municípios:

20

Redução de 20% nas perdas de operação segundo a capacidade instalada das Unidades de Saúde

20

Redução de cerca de 20% das despesas em saúde previstas no orçamento anual, gerando retorno de investimento da ordem de 7 a até 20 vezes o valor do projeto,

2

Cerca de 2% redução dos gastos com recursos próprios do município em Saúde,

45

Redução de 45% do absenteísmo dos trabalhadores dos serviços de saúde,

20

Aumento em 20% da frequência dos pacientes às consultas agendadas nas Unidades Básicas de Saúde,

10

A avaliação da atuação das Secretarias de Saúde subiu cerca de 10% entre os habitantes das cidades,